Temos uma linda notícia para celebrar! O Instituto C&A (pilar social da C&A Brasil) lançou, no dia 9 de novembro, o prêmio Fashion Futures. A iniciativa tem o objetivo de reconhecer, fortalecer e dar visibilidade para personalidades, projetos e organizações que estão trabalhando por um futuro da moda mais justo, diverso, sustentável e regenerativo – e foi celebrada com uma live entre Fernanda Simon, Gustavo Narciso e Isaac Silva.

O Fashion Futures também se apresenta ao mundo como uma plataforma que vai conectar os agentes de transformação que estão criando esses outros futuros – e que veem a moda como parte de uma reconstrução do modo de estar no mundo. Trata-se de um convite a refletir sobre o impacto socioambiental do setor e a força de repensar o que (e como) fazemos nosso vestir.

Dê play abaixo para ouvir a apresentação completa:

São 4 categorias abertas para inscrição até o dia 24 de novembro:

• Inovação e Tecnologia

Para pessoas que estão buscando novas tecnologias, a exemplo de matérias primas e processos, como forma de tornar a cadeia produtiva da moda mais sustentável.

• Design Sustentável

Para designers que desenvolvem produtos com qualidade e informação de moda a partir de matérias primas sustentáveis.

• Negócios de Impacto social

Para negócios que trabalham com um propósito sustentável na área da moda.

• Projetos Sociais

Para organizações, coletivos, movimentos e articulações da sociedade civil que trabalham em prol de um futuro mais sustentável para a moda.

COLABORA MODA NA BANCA DE AVALIAÇÃO

Além de estarmos orgulhosos desse movimento do Instituto C&A, representado no Colabora Moda por Gustavo Narciso – um de nossos Conselheiros Consultivos –, temos a honra de participar da banca de avaliação do Fashion Futures. Seremos representados por nossa diretora Lucilene Danciguer, que vai ajudar a escolher as iniciativas que receberão entre R$30.000,00 e R$ 50.000,00 para investimento no negócio. Lucilene também é uma das convidadas para uma live no dia 18/11. Para assisti-la, basta seguir o Instituto C&A no Instagram.

Confira quem vai dividir a banca com nossa diretora, Lucilene Danciguer:

Adriana Barbosa

Criadora da Feira Preta, plataforma voltada para o fortalecimento do empreendedorismo negro. CEO da PretaHub, polo de criatividade, inventividade e tendências pretas.

Day Molina

Artivista indígena que busca descolonizar a moda. Fundadora do Coletivo Indígenas Moda BR e proprietária da marca Nalimo.

Fernanda Simon

Diretora executiva do Fashion Revolution Brasil, organização em prol da sustentabilidade na moda. Também é editora contribuinte de Sustentabilidade da revista Vogue.

Hanayrá Negreiros

Colunista da revista ELLE, onde escreve ideias sobre negras maneiras de vestir. Também é curadora-adjunta de moda do Museu de Arte de São Paulo (MASP).

Isaac Silva

Com o lema “Acredite no seu axé”, o estilista possui sua própria marca de nome homônimo, onde desafia o preconceito racial através de criações repletas de referências afro-brasileiras e indígenas.

João Souza

Diretor Comercial e de Produto do Feminino da C&A Brasil com dez anos de experiência dentro do varejo de moda. Compõe o Conselho de Administração do Instituto C&A.

Marcio Banfi

Stylist há mais de 20 anos e também professor na Faculdade Santa Marcelina. Já foi editor de moda em diversas revistas.

Michele Simões

Reescreve as narrativas da deficiência no consumo e na moda. Idealizadora do Meu Corpo é Real, plataforma que constrói pontes entre marcas e consumidores com deficiência.

Patricia Sant’Anna

Pesquisadora de Tendências e Comportamento do Consumidor. É Chief Visionary Officer (CVO) da Tendere, organização que pesquisa tendências e soluções em negócios criativos.

CONHEÇA AS PERSONALIDADES QUE ESTÃO CONSTRUINDO OS FUTUROS DA MODA 

Além de se inscrever nas categorias de premiação, o público também é convidado a votar e reconhecer 5 personalidades que estão transformando a moda do Brasil. Acesse o site para votar – dá para votar muitas vezes, então mobilize seu apoio!

Link:

https://www.fashionfutures.com.br/

Juntos podemos construir um novo sistema de moda. Vamos?